Mandala, Giro Solidário viram febre nas redes sociais

novo golpe da priramide financeira conhecido como mandala ou giro solidario

Mandala? Giro Solidário? Será que não se trata de uma nova Piramide? Ultimamente nas redes sociais não se vê nada alem do que forma de ganhar dinheiro, de ganhar uma renda extra de forma fácil. Mas e ai, funciona? É piramide?

Como tudo começou

Uma das primeiras mandalas conhecida, a Mandala da Prosperidade, nos Estados Unidos e em vários outros países da America Latina, já causou muito prejuízo as pessoas.

"Não é apenas uma maneira de ganhar dinheiro, mas sim, um grupo que ajudará você a enfrentar a crise, melhorar a sua vida em todos os sentidos"

De fato, que vida não mudaria com dinheiro fácil?

Um dos prováveis berços da Mandala da Prosperidade, o México, mulheres criavam grupos que se ajudariam, dando apoio psicológico, espiritual e finalmente financeiro. A filosofia pregava a evolução espiritual e empoderamento feminino enquanto a pessoa iria subindo nas escalas dos elementos da mandala, ela se fortaleceria como ser humano em busca do equilíbrio.

Diferente de hoje, a entrega no ultimo giro eram em festas, para assim atrair mais pessoas.

Segundo reportagens da Rede Globo, a mandala já causou prejuízos a pessoas no Acre, Minas Gerais e Rio Grande do Norte. Um exemplo foi um grupo de amigos do WhatsApp, cerca de 300 pessoas, que perderam mais de R$200 mil.

Tentando legitimar a mandala, foi criada uma falsa imagem que dizia em uma manchete que o "sistema" estava legalizado e já era considerado renda extra.

noticia falsa sobre a legitimação da mandala como forma de ganhar dinheiro

O autor da matéria no G1, o repórter Caio Fulgêncio, foi alertado, viu a montagem e denunciou a farsa em sua rede social.
"não escrevo "febre". Beijos, Mandala! Matéria falsa, amigos. Matéria falsa".

Mas afinal, como funciona a Mandala?

Trata-se de um sistema, por meio de publicações no Facebook e grupos no WhatsApp que promete um ganho de R$ 1000 mediante ao investimento de R$ 125. O dinheiro é depositado diretamente na conta bancaria pessoal e cada participante é responsável por convidar novas pessoas. Não existem produtos sendo comercializados. O sistema é dividido em quatro grupos - Fogo, ar, terra e água, ou em alguns casos como as novas mandalas: Investir, divulgar, ajudar e receber e ate pelas cores, vermelho, azul, preto e por fim, verde.

Ao aderir, o usuário investe os R$ 125 e precisa convidar mais pessoas para que também invistam. Depois de completar a quantidade de participantes, o que chamam de ultimo giro, recebe então R$ 125 de cada um completando os R$ 1000.

Giro solidário mandala piramide como funciona
Como funciona o Giro Solidário

O problema é que, segundo o promotor Marco Aurélio Ribeiro, da Promotoria de Defesa do Consumidor, do Ministério Público do Acre (MP-AC), a organização da Mandala possui indícios de pirâmide financeira, uma vez que os últimos participantes acabam custeando os lucros de quem aderiu antes.
"Tem características de uma pirâmide financeira. Basta uma pessoa com a mínima noção sobre o sistema para ver que é impossível você dar R$ 125 e receber R$ 875 a mais no mínimo. Alguém está pagando esse dinheiro por você. Quem vai entrando depois vai sustentando a rede de recurso", acrescenta.

Ribeiro explica que, mesmo sem ter uma empresa direta que gerencia a Mandala, o sistema pode ser alvo de investigação e criminalização. Devido à grande repercussão na internet, o MP-AC tem averiguado o caso, mesmo sem ainda ter recebido denúncias diretas.
"O marco civil da internet não traz normas claras sobre isso, mas temos o direito civil para nos amparar em certas questões eventuais de danos e temos também a parte criminal, já que todo sistema piramidal é um crime contra a economia popular", ressalta.

Pirâmide financeira

O economista Rubicleis Gomes, professor da Universidade Federal do Acre (Ufac), explica que uma pirâmide financeira torna-se rentável apenas às pessoas que entraram no início. "Cada indivíduo vai contribuindo para quem está acima, de forma que, se alguém não fizer o depósito, o sistema se quebra. O problema é que muita gente vai depositar e não vai ganhar", diz.
Gomes salienta que esse tipo de negócio, que não é novo no país, normalmente tem vida curta. "Não é novo, só muda de figura e todos têm o mesmo princípio. Dependendo do sistema, em meses acaba caindo. Tanto quem ganha e quem perde comete crime contra a economia popular", finaliza.

Sistema é falho

O promotor lembra que não existe ajuda mútua em um sistema de pirâmide. "É um sistema perigoso e se uma pessoa falhar no processo, toda a pirâmide vai ruir", disse Marco. Ele lembra que muitas pessoas comparam a Mandala com os famosos consórcios. "É um absurdo porque o consórcio é um processo legalizado, regulamentado pelo Banco Central. Não tem como fazer essa comparação".
Marco alerta ainda que dinheiro fácil não existe. "Para conseguir dinheiro, você precisa trabalhar. Na Mandala, sempre vai ter muita gente que vai perder dinheiro".

Conclusão

Cada qual com seu modo de pensar, uns concordam, já outros não. Esse conteúdo você encontra em grandes portais de noticias e no Reclame Aqui.

De qualquer forma, vejo que alguns vão ganhar e outros podem vir a perder se alguém vir a falhar e não fizer o deposito. E deixo a seguinte reflexão pra você abaixo..

Não existe uma forma magica pra se ganhar dinheiro, e que se você ganha, alguém la embaixo pode estar perdendo.

Agora se você quer saber o método que vêm mudando a vida de muitas pessoas que precisam ganhar dinheiro rápido, entre aqui!

Mandala, Giro Solidário viram febre nas redes sociais
4.8 (96%) 70 votes
Compartilhe ⤵⤵⤵

2 respostas a “Mandala, Giro Solidário viram febre nas redes sociais”

  1. Quer dizer que giro solidario e crime se todo mundo ta ganhando ninguem ta reclamando de nada nao vejo ninguem fazendo isso ate porque tem legalidade do codigo civil crime e rouba mata estelionato sao esses canditado corruptos que tao ao mundo a fora roubando povo prometendo que nao se pode cumpri agora arrastao em toda cidade nenhuema seguranca por perto pra olha depois chega na hora errada que eu saiba giro solidario e uma ajuda e um ajudando outro nao vejo nada de errado nisso pessoas que nao sabe jogar deveria aprender inves de critica julga

    1. Essa é a questão, quando uma pessoa falhar com essa “ajuda” quebra todo o sistema. Não tem logica nenhuma dar R$ 125,00 e receber R$ 875,00 ou R$ 1.000,00. É só parar e olhar por outra perspectiva que você vai entender. Agora, se você acha que não tem problema e é “certo”, tudo bem, só publiquei um informativo. Só que, tenho amigos meus aqui que entraram e estavam estavam apertados com suas contas, “investiram” R$ 125,00 e já se passaram 1 mês, não receberam nada ate agora e que ficaram ainda mais apurados com suas contas, tirando o dinheiro que não tinha, atras de uma maneira de conseguir dinheiro fácil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *